quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Sabedoria para viver bem



Para semearmos qualquer relacionamento, a iniciativa deverá ser sempre da gente.Deus tem um prazer imenso nesses relacionamentos, senão vejamos Adão e Eva no éden.
Não devemos impor ao nosso próximo o ônus da ação, oferecendo a ele aquilo que você deseja para si.

Veja, no Antigo Testamento, havia os mediadores, entre Deus e os homens e os sacerdotes, entre os homens e Deus.
Com Cristo, o véu do santuário se abriu e Ele nos permitiu, com ousadia e intrepidez, relacionarmos com Ele de forma direta.
E uma importante ação de relacionamento com Deus é a oração e nela o Pai vê a nossa sinceridade de coração (contrito). Veja que não há oração forte, não nos deixemos inflar por emoções e discursos positivistas. O comportamento diante de Deus deverá ser claro e direto.
Ele diz que está entre nós, no nosso meio e como busca incessante do aperfeiçoamento da obra iniciada em nós, precisamo-nos colocar diante dele pedindo um coração reto e puro, restaurando a alegria da salvação.
Deus nos exorta a promovermos a paz entre os relacionamentos: Romanos, 12:18.
Hoje, exatamente hoje, com quem você se relacionou? Como você as tratou? O que você ofertou de Deus a essas pessoas? 
Assim, precisamos nos relacionar com sabedoria, já que ela faz parte da santificação (Ef.4:15 e 31) e crescer com aperfeiçoamento e conteúdo. Retire toda amargura do seu coração, perdoe já que o perdão cura e restaura.
Precisamos ter relação consigo mesmo, sendo sensato no auto conceito e não ser exagerado (Is. 5:21 e Rm 12:3), para não nos tornarmos arrogantes.
A auto-imagem negativa nos pré-dispõe ao fracasso (Lam 3:18 e Prov 24:10). Devemos ter um auto conceito equilibrado ( I Cor 15:10 e Rm 12:3). Tenha um relacionamento com Deus de forma sábia (Prov 9:10 e Deut 6:5), com conhecimento.
Agora, relacionamentos não são somente com os irmãos, mas com todos os de fora da igreja (Cl 4:5 e Mt 5:16). Brilhe em você a luz do Pai aos de fora da igreja para que vejam as boas novas do Evangelho de Cristo.
Nos seus relacionamentos com os da igreja, proceda-os com amor (Rm 12:10), suportando e perdoando (Cl 3:13), sujeitando-nos (Ef 5:21), confessando (Tg 5:16), edificando ( I Ts 5:11), levando a carga do outro (Tiago 4:11), dedicando-nos uns aos outros (Rm 12:10), tendo a mesma conduta um para com os outros (Rm 12:16).

Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! É como orvalho do Hermom (Sl 133).

Lembre-se que para colher, primeiramente, precisamos semear e inicia-se a semeadura através de todos os nossos relacionamentos. 
Plante amor, colha bênçãos !

Texto de Álvaro Toledo

15 comentários:

  1. Amém . Deus quer que estejamos com o coração puro se magoa. porque Deus é amor.

    ResponderExcluir
  2. Seu cantinho é uma benção. Amei e já sou seguidora! :D

    ResponderExcluir
  3. Perfeita sua palavra de Hoje, confesso que tem dias que é dificil se relacionar com outras pessoas, fraquejamos e deixamos nos abater por problemas e queremos transferir isso para as outras pessoas, muitas vezes tratamos com indiferença e esquecemos que Deus quer mais da gente, quer que possamos ser espelho para essas pessoas....
    Deus continue te usando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E também não basta nos relacionar, é preciso discernimento se eles nos fazem bem!
      Deus te abençoe Elias!

      Excluir
  4. Mais uma vez somos agraciados com um texto muito bem escrito. Relacionamentos se tornaram difíceis desde que o pecado entrou no mundo. Esposo e esposa, sogras e noras, irmãos... Que Deus nos ajude a ter paz com todos e assim compartilharmos do que dele recebemos. Grande texto.

    ResponderExcluir
  5. Linda mensagem, precisamos mesmo estar com o coração puro e sem mágoas para iniciarmos um relacionamento sério. Estamos aceitando parcerias de banner caso esteja interessada
    Blog: http://bibliaf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Vanderléia, cada vez melhor seus textos, cada vez te admiro mais! Em questão de vivenciar o perdão, pois é libertador e cura, tive esta experiência, mas ainda há muito o que trabalhar. O primeiro passo foi dado, e tirei grande parte do sofrimento das costas. É notório quando fazermos por refletir o amor e a presença de Deus em nossas vidas, quando realmente buscamos serví-lo, abrir mão do nosso eu, claro que não é num 'passe-de-mágica', mas as pessoas veem o mover de Deus em nossas vidas, e isto se reflete nos relacionamentos com vizinhos, amigos, é inegável a graça de Deus, de alguma forma, contagia...
    Bjinho, fique na paz
    Ale
    #ClickFB
    http://www.divatododia.com.br/2014/02/tag-52-semanas-semana-2-eu-nunca.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você disse tudo Ale, o perdão é libertador.
      Deus abençoe vc sempre querida, completando a boa obra que em ti começou!

      Excluir
  7. Eu moro aqui no Jardim União, praticamente todas as msns do meu blog colho do jardim união, é como se fosse um diário de uma igrejinha do interior, na minha perspectiva, seu texto vem bem a calhar, voltas e meia [quase sempre, volto me ao salmo 133, seja pela igreja seja pelos momentos que necessitamos de união] a palavra União é um cotidiano na minha modesta vida, e ler um texto que aborda como chave esta palavra é satisfatório, obrigado pela ótima leitura. :)Wal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente maravilhoso o Salmos 133!
      Precisamos viver ele diariamente.
      Deus abençoe vc e sua família.

      Excluir
  8. Através do sacrificio do Senhor Jesus, temos o previlegio de falar diretamente com Deus, isso é magnifico. Bjus
    ClickFB
    http://dicasfemininasetc.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. O véu que separava já não separa mais, hoje temos a liberdade de entramos no seu santuario e falar diretamente com elem isso é lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Elaine!
      Uma tarde abençoada pra vc.

      Excluir